Como fazer uma boa prova: 10 dicas essenciais para se preparar

Como fazer uma boa prova

Para algo ser feito de forma satisfatória é preciso preparação. Mas engana-se quem pensa que a preparação para uma prova é apenas estudar. Até o ato de estudar tem técnicas para um melhor desempenho. Mas tanto o estudo, quanto no momento da prova, dependem de outros fatores importantes que os influenciam diretamente. Pensando nisso, seguem dicas importantes de como fazer uma boa prova e melhorar o seu desempenho:

 

Como fazer uma boa prova: preparação

1- Medite

Muitos alunos não fazem boas provas porque se sentem muito ansiosos ou nervosos. Eles temem que não terão tempo de terminá-la ou que se esquecerão do que estudaram. A ironia é que esses sentimentos de ansiedade desaceleram a mente. Quando estamos calmos e descansados, nosso cérebro funciona muito melhor.
Portanto, antes de tudo, é importante aprender a controlar o nervosismo e a ansiedade. Se você não tem o hábito de meditar, oferecemos a seguinte sugestão: antes do início da prova, feche os olhos durante alguns segundos, respire profundamente algumas vezes e tente visualizar a si próprio fazendo uma ótima prova. Se você se sentir otimista e confiante, você terá um desempenho melhor do que se encarar a prova como se fosse algum filme de horror.

2- Alimente-se de forma saudável

A fisiologia cerebral é altamente complexa e tem o poder de influenciar tudo que nós fazemos. Uma dieta saudável que atende as necessidades especificas do cérebro pode ajudar neurônios alcançar um equilíbrio químico satisfatório. O cérebro depende do fígado e trato gastrointestinal saudáveis para usar bem o alimento, para absorver nutrientes apropriadamente e liberá-los ao cérebro, para remover toxinas e manter a atividade apropriada do sistema imune. Além disso, uma dieta leve (com frutas, verduras, legumes e oleaginosas) permite a disposição necessária para o ritmo de estudos e as horas de prova.

3- Faça atividade física

De acordo com especialistas da Harvard, a prática diária de exercícios aeróbicos (moderados) por 20 minutos, melhora pelo menos três funções cerebrais. Quando se diz “Mens sana in corpore sano” não é a toa. Somos sers integrais, e corpo e mente fazem aprte de um mesmo sistema. A atividade física deixa o corpo e mente em alerta e oxigenado, libera bons hormônios , diminui dores e previne doenças. Você  estará mais apto para se concentrar no que precisa e fazer as conexões que necessita.

4- Beba água regularmente

De acordo com o Conselho Científico de Hidratação e Saúde, vários trabalhos que testaram sujeitos em estado de desidratação observaram que para além da fadiga se registaram várias alterações de algumas funções cognitivas: Diminuição de capacidade de realização da memória a curto termo; Aumento do número de erros na percepção visual; Aumento do tempo para a tomada de decisão; Diminuição da capacidade de atenção; Diminuição na eficácia da resolução de problemas de aritmética.

 

Como fazer uma boa prova: durante os estudos

5- Durma bem

Você pode até pensar que aguenta o tranco. Mas estudos dizem que a falta de sono tem consequências como diminuição da concentração, da cognição. Os efeitos impactam a capacidade de atenção, a recuperação da memória e a aprendizagem.

6- Faça um planejamento de estudos e crie hábito

Você pode usar um planner mensal e semanal para organizar os conteúdos e planejar quais dias e horários se didicará a cada um, podendo controlar como está a sua produtividade. Além disso, é muito importante criar o hábito de estudar. A melhor recompensa será a compreenção do conteúdo e consequentemente um ótimo resultado na prova.

Evite procrastinar! Não espere até a noite anterior à prova para estudar para ela. É importante estudar aos poucos – um dia após o outro. Por mais inteligente que você seja, leva tempo para o cérebro assimilar e gravar muitas informações. A menos que você tenha uma mente extremamente privilegiada – uma memória que, além de fotográfica, nunca se esquece de nada – você não reterá por muito tempo informações que assimilou em apenas algumas horas. Por outro lado, se você estudar um pouco todos os dias e revisar o que estudou nos dias anteriores, você não apenas compreenderá melhor a matéria, mas provavelmente se lembrará do que estudou por mais tempo e com mais facilidade. As pesquisas demonstram que quem decora rapidamente também se esquece rapidamente do que decorou. Já a pessoa que assimila algo aos poucos se lembrará do que estudou por muito mais tempo.

7- Use o papel e caneta para estudar

Estamos em plena revolução tecnológica, mas o papel e caneta nunca deixarão de ter sua importância. Nesse caso eles são fundamentais. Não há dúvida de que transcrever um conteúdo com suas próprias palavras, ativa mais o cérebro que apenas ler, copiar e colar. Se você fizer isso escrevendo a mão no papel, de forma mais orgânica e ativa, melhor ainda. Segundo pesquisadores das universidades de Princeton e da Califórnia, quem escreve informações à mão tem mais facilidade de compreendê-las e memorizá-las do quem as digita. O motivo? O processamento de dados ocorre de forma mais superficial ao se usar o teclado, diz o estudo.

8- Faça mapas mentais dos conteúdos estudados

Criar mapas mentais é uma ótima estratégia. Além de você estar revisando e organizando o conteúdo de forma ativa, o que é importante para o entendimento e memorização, no momento de revisá-lo novamente, será mais rápido e simples.

Como fazer uma boa prova: antes da prova

9- Se você tem aula com professor, aproveite!

Não desperdice esse privilégio. Quando interagimos, potencializamos o aprendizado. Escutar e visualizar a explanação oral e visual de outra pessoa (especialista no assunto), poder tirar dúvidas, poder ver um conteúdo por outras perspectivas… Tudo isso aumenta consideravelmente o aprendizado. E depois de cada aula, revise, faça o resumo com suas próprias palavras e resolva questões.

10- Faça um check list do que você não pode esquecer de levar no dia da prova

Você pode pensar que no dia irá lembrar de tudo, mas muita gente de fato esquece coisas fundamentais como caneta! Ainda tem os lanchinhos, a garrafa de água, dinheiro, caneta extra, documentos (no caso de concursos)… No dia (ou na véspera) você estará pensando em mil coisas. O ideal é ter lembretes para não esquecer de nada.

EXTRA: Faça a prova com calma e atenção

Ou seja, leia com atenção cada questão. Muita gente comete erros bobos por pura falta de atenção em algum detalhe ou na compreensão do todo. Comece pelas questões de múltipla escolha, e pelas que você considera mais fácil. Assim você irá administrar melhor seu tempo e energia para resolver tudo até o final.

Para você não esquecer essas dicas preparamos um infográfico com o resumo. Imprima e deixe perto de você. Bons estudos e boa prova! \o/

como fazer uma boa prova

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *