Como abrir espaço para a vida fluir

tempo de leitura: 5 minutos

Você valoriza o espaço vazio? Eu descobri há pouco tempo que o espaço é tão importante quanto o que buscamos para preenchê-lo. 

Cada dia mais tenho buscado viver uma vida leve e fluida, livre de excessos e com foco no que importa. Mas isso não é fácil em uma época que produz excessos de informação, escolhas, opções, coisas, estímulos, … 

Esses excessos preenchem cada espaço dos nossos armários, da nossa agenda e da nossa mente até sobrecarregar. Eles são obstáculos que consomem nosso tempo e energia (já falei da fadiga de decisão aqui). Removê-los é uma escolha que pode ser difícil, mas gratificante.

Por isso destaquei aqui os conceitos que me fizeram entender a importância de abrir espaços e como implementar isso pra vida fluir vida:

MENTE LIVRE PARA CRIAR

Aprendi com David Allen, autor de GTD – A Arte de Fazer Acontecer, que nossa mente não foi feita para guardar coisas, ela foi feita para criar.

Pois é, precisamos de espaço livre na nossa mente para poder criar ou relaxar. É por isso que o hábito de meditar ajuda a “esvaziar” a mente dos pensamentos e focar no presente. Ou mesmo a importância de descarregar as ideias e compromissos da mente para o papel, usando o planner como uma memória externa, deixando tudo anotado e organizado ali.

E essa reflexão me faz lembrar porque me apaixonei pela organização. Não foi apenas porque ela torna tudo mais simples e funcional por destinar cada coisa ao seu devido lugar. Mas principalmente porque ela abre espaço para a vida fluir.

DESTRALHE DO AMBIENTE

Entrei de cabeça nesse tema da organização por meio da Marie Kondo, autora do livro A Mágica da Arrumação (outros livros de organização que indico), que ensina a descartar tudo o que não faz mais sentido para você, mantendo apenas o que lhe traz alegria. É o famoso destralhe, um ritual muito além da faxina de rotina, pois serve para abrir espaço e renovar as energias. 

No Japão existe até uma tradição de final de ano chamada de ōsōji ou a grande faxina. Ela é feita nos últimos dias do ano para dar boas vindas ao novo ciclo que se inicia com as energias fluindo. É um ritual de purificação para limpeza do ambiente e da mente.

A Marie Kondo é japonesa, e eu sou uma admiradora dos conhecimentos orientais. Recentemente conheci também o fascinante conceito de Ma, que faz todo sentido para o que sinto sobre a importância dos espaços.

 

MA: O ESPAÇO-ENTRE

O Ma é um conceito cultural japonês que se relaciona com o espaço e tempo. Ele seria o intervalo entre duas ações ou eventos, ou também um vazio espacial, e isto reflete-se na arquitetura e na arte.

O Ma está em tudo, como na música que é formada por espaços entre as notas, e nos grandes portais formados pelo vazio entre as colunas, sendo por ele que o sol entra. Se observarmos uma pintura japonesa a figura não costuma estar centralizada e os espaços “vazios” fazem parte da composição, dando harmonia e sentido ao todo. 

Segundo Michiko Okano o espaço vazio é potente e potencial, um espaço de possibilidade e disponibilidade. Quando queremos tomar um chá, precisamos de uma xícara vazia para servi-lo. Quando queremos treinar nossos passos de dança, precisamos de uma sala vazia para dançar.

Entender o Ma me ajudou muito a valorizar o espaço e algo essencial que ele proporciona: os tempos de processo, transição, preparação. Pois a vida não é formada apenas de um ponto e outro, mas do intervalo entre eles. A vida acontece no espaço entre as coisas.

 

ESPAÇO NA AGENDA

Agora vou te perguntar: ao planejar os seus dias você leva em consideração reservar espaços sem nada ou preenche cada horário?

Ter espaço na agenda é importante para que ele possa abraçar as possibilidades da vida. Não temos controle sobre tudo e imprevistos podem acontecer. Oportunidades também. 

Esses espaços também permitem que você possa desacelerar. E há coisas que a gente só enxerga quando desacelera. Uma delas é ganhar clareza sobre como estamos empregando nosso tempo e energia. E perceber se estamos sendo realmente produtivos ou apenas ocupados, ou seja, apenas ocupando espaços.

Se for o caso de você querer manter um novo hábito para melhorar a sua qualidade de vida e conquistar um objetivo, ou mesmo poder passar mais tempo com a família, você precisará abrir espaço para essa prioridade na sua rotina. 

Veja como planejamento tem tudo a ver com espaço! Se quiser se planejar de forma visual, indico o uso do planner. Eu uso esse Wish Planner Anual.

 

Portanto, não precisamos viver numa corrida frenética atrás de ocupar ou preencher todo o espaço disponível com palavras, coisas ou tarefas. O espaço tem seu valor. Com isso eu aprendi que excesso pode levar a escassez, e que a verdadeira abundância está no suficiente, em saber o que é essencial. Assim deixei a minha bagagem mais leve para curtir melhor a jornada.

 

Esse texto fez sentido pra você? Comenta aqui o que você sentiu e compartilhe ele nas suas redes. 🙂

2 thoughts on “Como abrir espaço para a vida fluir

  1. Darlene says:

    O excesso pode levar a escassez, e “que a verdadeira abundância está no suficiente”….
    Uau…isto é muito verdade.

    Amo seguir essa vibe leve de vcs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *