Mentes Organizadas: o empreendedor Guilherme Lito

O papo de hoje é muito especial, pois vamos falar com uma das pessoas que é a minha referência no empreendedorismo, Guilherme Lito. Há uns sete anos quando eu comecei a ler mais sobre empreendedorismo, um dos sites que eu mais consumia era o da Luz Consultoria, em especial pelos textos do Guilherme Lito. Foi ele que começou a me provocar (mesmo sem saber) sobre empreender mantendo a humanidade e propósito. 

Palestrante, Empreendedor e Inovador. Ele participou da Fundação da Plataforma Luz.Vc e Sócio do Brownie do Luize hoje empreende a vida de forma mais conectada com o momento presente. 


Nas atividades do seu dia a dia, no que você se considera expert?
Não me considero expert em nada. Minha sensação é de que se considerar expert na maioria das vezes é sinal de desinformação e um ótimo motivo para se parar de aprender.
Magnus Carlsen é expert em xadrez, Roger Federer em tênis e Marta no futebol. Eu? Acho que em nada.  

Como você faz para não perder os seus objetivos de vista?
Esse é um grande desafio para mim. Às vezes deixo a desejar na minha própria organização; é como louça e relacionamento, há de se estar sempre investindo nisso e muitas vezes eu fico muito tempo vivendo a vida e pouco olhando para ela, o que tem seus benefícios e seu preço também. Além disso a vida hoje é tão imprevisível e tem me mostrado que o que eu sei é pouco perto do que ela pode me proporcionar, por isso me agarrar a objetivos às vezes me cega.

De toda maneira, todo final de ano faço uma super retrospectiva em relação ao que imaginei que seria o ano e como foi, e olho para o seguinte botando intenções. Todo mês quando fecho meu financeiro dou uma olhada nos meus planos, no que poderia entrar naquele mês, no que faz sentido manter ou tirar fora, e assim vou seguindo até que o ano termine novamente.

Você usa alguma técnica ou ferramenta para gerenciar o seu tempo?
Uso o Wunderlist, pois gosto muito da sua interface simples. Quando o conheci não usei porque achei simples demais e preferia o Trello, mas agora estou nele justamente pela sua simplicidade. Tem o que preciso: to-do, lista de atividades dentro da to-do, possibilidade de fazer anotações e subir arquivos e compartilhar com alguém caso queira. Tem o aplicativo para celular e computador, e funciona bem offline também.

Eu sou muito atenta as minhas revisões semanais. Toda semana entro em contato com meus objetivos e projetos e isso me ajuda a manter o foco. O meu ritual de revisão semanal acontece geralmente aos domingos no final de tarde. Vou para um lugar tranquilo, coloco uma música, separo os meus materiais (computador, caderninhos e canetas) e por uma hora fico concentrada em planejar a minha semana. É um ritual muito gostoso e que faz muita diferença pra mim, pois é o que me ajuda a ficar em contato com o que mais importa
Sobre ferramentas, utilizo no  meu sistema o Evernote para gerenciamento de notas, Trello para gerenciamento de projetos com a equipe, Todoist para checklists e tarefas recorrentes e Bullet Journal para planejamentos e acordos. Possuo então um sistema misto de organização, que linka ferramentas analógicas com digitais.

Você pode perceber que o meu sistema foi montado com um apanhado de coisas que funcionam pra mim. O benefício então é que tenho ferramentas e técnicas que podem me ajudar com o meu fluxo. Gosto e aplico a organização personalizada. Cada pessoa tem um jeito e por isso mesmo, observar e descobrir o que funciona pra cada um é a melhor maneira de seguir.
quote-left
quote-left
quote-left

... tenho visto que muitos de nós somos péssimos alocadores de tempo livre, muitas vezes alocando esse tempo que ganhamos com coisas que são promessas de um futuro melhor e não a experiência real de uma vida melhor

O que você faz para economizar o seu tempo?
Vivendo no campo estou economizando bastante tempo. Não precisar me locomover e fazer tudo no mesmo lugar já é um belo ganho de tempo. Para além disso, respondo e-mails e WhatsApps em bateladas e faço breaks de tempos em tempos para garantir o foco. Além disso, apaguei do meu celular o aplicativo de xadrez e Facebook (já tinha apagado antes, foi ótimo, voltei não lembro porque e me consumiu muito, aí tirei de novo) e não uso Instagram e outras mídias sociais além do Facebook (que estou questionando bastante minha permanência).

Agora, o que realmente está me dando tempo é dizer não pras coisas. Nunca fui tão seletivo nos meus sims. Hoje estou em muito menos projetos, e não estar com pressa para meus afazeres está me dando uma qualidade de presença e observação que nunca tive.

É impressionante o tanto de gente que está numa reunião no celular com outra equipe/projeto, aí corre de uma reunião pra outra sem ter tempo de digerir a que passou. Depois isso acaba impactando a própria eficiência do projeto (sem falar no resultado).

Uma provocação final acerca do assunto: me parece muito perigosa essa ideia de economizar tempo. Economizar pra que? Pra preencher com mais coisa? O que fizemos com a eficiência que ganhamos com internet em relação ao fax e carteiro? Entupimos de mais trabalho, mais estresse, mais remédios, mais depressão, mais destruição do planeta, e por aí vai. Tenho gostado muito de abrir tempo para experienciar a sensação de realização, sonhar o que quero, curtir não ter nada para fazer. E eu nunca ganhei tanto dinheiro, então não necessariamente joga contra. Nem necessariamente joga a favor, cada um tem seu contexto, mas tenho visto que muitos de nós somos péssimos alocadores de tempo livre, muitas vezes alocando esse tempo que ganhamos com coisas que são promessas de um futuro melhor e não a experiência real de uma vida melhor.
  

Como você recarrega as energias? O que você faz quando quer esquecer o trabalho?
Tanto para esquecer do trabalho quanto para me inspirar para ele tenho utilizado tudo o que acontece quando não estou na frente do computador ou numa reunião (que são as situações onde eu geralmente estou trabalhando): limpo a casa, cuido dos resíduos, cozinho, planto e jogo xadrez. Isso consome sei lá, uns 90% do meu tempo acordado. 

É difícil esquecer completamente do trabalho, pois o que eu faço está muito relacionado ao meu próprio estilo de vida. Mas tenho minhas válvulas de escape e relaxamento. Medito todos os dias para exercitar a minha mente e isso sempre me traz muita energia.

Também faço Yoga e por uma hora fico completamente imersa na minha prática, sem pensar no resto do mundo. Gosto de estar na natureza, encontrar meus amigos e ver filmes. Geralmente quando o bicho pega e me vejo mais estressada, recorro a alguma dessas atividades e me sinto bem mais tranquila e com motivação para retornar ao trabalho posteriormente.

Se inscreva na nossa newsletter para ser notificado sempre que uma nova entrevista for ao ar!

Como você organiza o seu espaço de trabalho?
O que você não pode viver sem para se organizar?
O que me apoia muito é um dia da semana (geralmente entre sexta e domingo), organizar a próxima semana toda. Dia a dia, quais as entregas e marcos importantes. Assim tenho uma visão mais geral e tenho melhor noção de como posso preenchê-la com as outras coisas que quero fazer.

Para mim é muito importante manter muito espaço vazio, pois os imprevistos consomem minha agenda. Questões urgentes (tipo ontem acabou água na nossa casa porque um cano entupiu na nascente) entram na frente de tudo, e por isso no meu planejamento deixo ele bem folgado.

Já meu espaço de trabalho não existe. O espaço-tempo é como falei acima, mas não há um espaço físico que eu considere meu espaço de trabalho. Talvez meu espaço de trabalho seja meu computador, que tem suas pastinhas (recentemente) bem organizadas, o Google Drive e outros que facilitam muito a vida quando em ordem.

Qual a principal dificuldade que você tem em manter a sua rotina organizada?
Como você costuma reverter essa dificuldade?
Minha principal dificuldade é ter disciplina de fazer o que sei que me ajuda, mas que às vezes não quero fazer. Exemplos recentes: organizar minha semana, botar arquivos na pasta certa para depois não ter que procurar, dizer sim para projetos que lá no fundo não quero mas que não queria negar porque a pessoa é amiga.

Rapidinhas
Qual livro você sempre indica aos seus amigos?
Sapiens - Uma Breve História da Humanidade do Yuval Noah

Qual é o melhor conselho que você já recebeu?
​Questione as questões. 

Complete:
Minha manhã perfeita começa com ... Banho na piscina natural ou cachu.  

Meu dia ideal não pode faltar… Água gelada no corpo.

Estou lendo… o livros das PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) do Lorenzi. Não é algo que estou lendo como leitura tradicional, mas todo dia tô me relacionando com ele.

Eu adoraria ver... Carol Bergier, minha amada responder essas mesmas perguntas.

https://gabrielabrasil.com

Continue acompanhando o Guilherme Lito:

Leia mais dos seus pensamentos no Medium clicando aqui. 

O projeto Mentes Organizadas foi inspirado no How I Work. Aqui entrevistamos pessoas que nos inspiram sobre como elas se organizam para uma vida produtiva, para compartilhar esse aprendizado com mais pessoas.

Se você tem alguém para nos indicar que gostaria de ver por aqui nos envie um e-mail 🙂

Posts Relacionados

One thought on “Mentes Organizadas: o empreendedor Guilherme Lito

  1. Daniel says:

    Como assim água gelada no corpo? Haha! O que mais prezo é um banho quentinho. Ótima entrevista. É sempre bom ver o método ou rotina dos empreendedores. Aprendermos na essência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *