Mentes Organizadas: a vida organizada de Thais Godinho

Chegamos ao fim dessa temporada do Mentes Organizadas. Estamos fechando esse ciclo com uma entrevista especial com uma pessoa que é referência em nossas vidas no assunto de organização, Thais Godinho do Vida Organizada

Ela é criadora do Vida Organizada, um projeto que começou como um hobby através do seu blog e hoje se tornou a missão da sua vida através de cursos e livros conhecidos em todo Brasil ("Vida Organizada: Como Definir Prioridades e Transformar Seus Sonhos em Objetivos" e "Casa Organizada").

Esperamos que vocês aproveitem todas as dicas dela nessa entrevista que gerou um material muito rico.

Se vocês gostaram da série Mentes Organizadas e querem ver uma segunda temporada, indiquem para outras pessoas e compartilhem sua entrevista favorita para que possamos acompanhar.  


Nas atividades do seu dia a dia, no que você se considera expert?
Hoje em dia, eu me considero expert em definir o que devo ou não fazer. Explico: é comum, no dia a dia, abrigarmos demanda, especialmente quando somos empresários. Eu desenvolvi uma habilidade de analisar o que eu deveria realmente estar fazendo e aquilo que eu poderia delegar, porque não necessariamente precisaria ser feito por mim. Veja, existem atividades que só eu posso fazer, pelo conhecimento que tenho, ou por ser o meu rosto à frente de uma palestra, por exemplo. Mas existem muitas atividades que outra pessoa qualificada poderia executar. Posso não conseguir delegar tudo imediatamente, mas apenas de saber quais são essas atividades já me dá um norte tremendo, porque eu consigo ter clareza das prioridades.   

Como você faz para não perder os seus objetivos de vista?
Reviso todos os meus objetivos a cada virada de estação e defino (se já não tiver) projetos que colaborem para que eu os conquiste. Mas nada impede que eu revise antes, se sentir necessidade de reajuste ou vontade de revisá-los.

Você usa alguma técnica ou ferramenta para gerenciar o seu tempo?
Utilizo um método chamado GTD (Getting Things Done), que na verdade é um conjunto de técnicas desenhado em um único caminho para facilitar o engajamento com todas as minhas coisas e gerenciar a vida como um todo. Para mim, usar um método é útil até para que eu restrinja a quantidade de técnicas de organização de maneira geral. Consigo fazer o suficiente, sem complicar ou microgerenciar a vida.

Eu sou muito atenta as minhas revisões semanais. Toda semana entro em contato com meus objetivos e projetos e isso me ajuda a manter o foco. O meu ritual de revisão semanal acontece geralmente aos domingos no final de tarde. Vou para um lugar tranquilo, coloco uma música, separo os meus materiais (computador, caderninhos e canetas) e por uma hora fico concentrada em planejar a minha semana. É um ritual muito gostoso e que faz muita diferença pra mim, pois é o que me ajuda a ficar em contato com o que mais importa
Sobre ferramentas, utilizo no  meu sistema o Evernote para gerenciamento de notas, Trello para gerenciamento de projetos com a equipe, Todoist para checklists e tarefas recorrentes e Bullet Journal para planejamentos e acordos. Possuo então um sistema misto de organização, que linka ferramentas analógicas com digitais.

Você pode perceber que o meu sistema foi montado com um apanhado de coisas que funcionam pra mim. O benefício então é que tenho ferramentas e técnicas que podem me ajudar com o meu fluxo. Gosto e aplico a organização personalizada. Cada pessoa tem um jeito e por isso mesmo, observar e descobrir o que funciona pra cada um é a melhor maneira de seguir.
quote-left
quote-left
quote-left

Se eu não tenho como resolver agora, também não tenho que ficar me preocupando agora. 


O que você faz para economizar o seu tempo?
Dizer muito não (inclusive para mim mesma).

Como você recarrega as energias? O que você faz quando quer esquecer o trabalho?
Faço questão de dormir horas suficientes todas as noites, inclusive sacrificando trabalho ou lazer se for necessário para que eu fique bem no dia seguinte. Antigamente, era muito comum em uma semana inteira de eventos, por exemplo, eu sair do evento à tarde e jantar com uma turma de noite, chegando tarde no hotel e tendo que acordar cedo para continuar no evento no dia seguinte. Não faço mais esse tipo de coisa. Recuso muitos convites apenas para ter uma boa noite de sono, que envolva dormir mais cedo ou acordar mais cedo, de acordo com os meus compromissos.

Outra coisa que faço para recarregar as energias ao longo de um dia inteiro é alternar tipos de atividades para descansar a cabeça. Por exemplo, se fiquei duas horas escrevendo ou estudando um material, fazendo grande esforço intelectual, eu paro e vou colocar a roupa para lavar. Ou então, durante o dia, quando saio de uma reunião, toco um pouco de violão. Não tenho momentos fixos de lazer à noite. Prefiro equilibrar esses momentos ao longo de um dia inteiro.

É difícil esquecer completamente do trabalho, pois o que eu faço está muito relacionado ao meu próprio estilo de vida. Mas tenho minhas válvulas de escape e relaxamento. Medito todos os dias para exercitar a minha mente e isso sempre me traz muita energia.

Também faço Yoga e por uma hora fico completamente imersa na minha prática, sem pensar no resto do mundo. Gosto de estar na natureza, encontrar meus amigos e ver filmes. Geralmente quando o bicho pega e me vejo mais estressada, recorro a alguma dessas atividades e me sinto bem mais tranquila e com motivação para retornar ao trabalho posteriormente.

Se inscreva na nossa newsletter para ser notificado sempre que uma nova entrevista for ao ar!

O que você não pode viver sem para se organizar?
​Onde quer que eu esteja, preciso ter uma caixa de entrada física e papel/caneta para anotações. 

Qual a principal dificuldade que você tem em manter a sua rotina organizada?
Como você costuma reverter essa dificuldade?
Minha principal dificuldade é a vontade que tenho de ficar até tarde vendo alguma série no Netflix quando preciso dormir cedo. Procuro simplesmente me policiar e colocar limites, e começar a assistir mais cedo também, para dormir na hora certa. 

Rapidinhas
Qual livro você sempre indica aos seus amigos?
Ultimamente tem sido “O ponto de equilíbrio”, da Christine Carter.

Qual é o melhor conselho que você já recebeu?
​“Se eu não tenho como resolver agora, também não tenho que ficar me preocupando agora.” 

Complete:
Minha manhã perfeita começa com ... ​Água morna com limão. 

Meu dia ideal não pode faltar… Boas 7 horas e meia de sono. 

Estou lendo…  A biografia de Leonardo da Vinci escrita por Walter Isaacson

Eu adoraria ver... Ana Soares (do blog Hoje Vou Assim OFF ) responder essas mesmas perguntas.

https://gabrielabrasil.com

Continue acompanhando a Thais Godinho:

Site Vida Organizada * Facebook * Instagram 

Essa foi uma temporada de teste desse projeto e queremos muito saber se vocês gostariam de ver outras pessoas passando por aqui respondendo essas perguntas. Se vocês querem que o projeto continue pedimos que compartilhem as entrevistas e/ou deixem comentários para que possamos saber.

O projeto Mentes Organizadas foi inspirado no How I Work. Aqui entrevistamos pessoas que nos inspiram sobre como elas se organizam para uma vida produtiva, para compartilhar esse aprendizado com mais pessoas.

Se você tem alguém para nos indicar que gostaria de ver por aqui nos envie um e-mail 🙂

Posts Relacionados

Gostou desse post? Assine a nossa newsletter e não perca nossas novidades
Seja notificado quando um novo post sair, além das nossas promoções especiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *